Elaboração, Aplicação e Validação de uma Sequência Didática e Uso de Vídeos com Conteúdo da História de Cuiabá

Autores

  • Airtes Auxiliadora Amorim Instituto Federal de Mato Grosso, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação Profissional e Tecnológica. MT, Brasil.
  • Cristiano Rocha da Cunha Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Mato Grosso, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação Profissional e Tecnológica. MT, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.17921/2447-8733.2021v22n5p702-708

Resumo

Resumo
O desempenho dos estudantes do Ensino Médio, nas provas do ENEM, na área de Ciências Humanas e suas tecnologias atingiram em média 46% a 56 % de aproveitamento nas questões de cada exame no período de 2009 a 2017. Diante desse quadro que a pesquisa partiu do seguinte problema: é possível elaborar uma Sequência Didática contemplando o tema de História Regional que propicie a aprendizagem significativa desse conteúdo aos alunos? Assim, o objetivo foi elaborar, aplicar e validar a Sequência Didática com o uso de vídeos com conteúdo de História Regional, como instrumento facilitador da aprendizagem. O trabalho ancora-se nos ensinamentos e modelo proposto nas concepções de Zabala (1998). A Sequência Didática foi elaborada com fundamento na teoria da Aprendizagem Significativa (TAS). Para a seleção do conteúdo da Sequência Didática foi realizado um levantamento bibliográfico da História Regional. A pesquisa foi realizada com alunos do segundo ano do Ensino Médio da escola Estadual Presidente Médici em Cuiabá, na modalidade de ensino remoto. Trata-se de um estudo exploratório, aplicável, que articulou métodos de análise quantitativos e qualitativos. Os dados foram coletados mediante questionários. Através da análise dos dados foi possível verificar que os alunos tinham certo conhecimento prévio acerca da História de Cuiabá (subsunçores de ancoragem) e com a aplicação da Sequência Didática com os vídeos adquiriram novos conhecimentos na estrutura cognitiva (subsunçores), o que evidencia a ocorrência da aprendizagem significativa. Os alunos avaliaram positivamente a Sequência Didática com os vídeos como recursos didáticos eficazes e ricos em informações da História de Cuiabá.

Palavras-chave: Regional. História. Aprendizagem Significativa. Ensino Médio.

Abstract
The performance of high school students, in the ENEM tests, in the area of Human Sciences and its technologies, in the period from 2009 to 2017, reached an average of 46% to 56% of success in the questions of each exam. Given this framework, the research started from the following problem: is it possible to develop a Didactic Sequence covering the theme of Regional History that provides students with meaningful learning of this content? Thus, the objective was to develop, apply and validate the Didactic Sequence with the use of videos with Regional History content, as an instrument to facilitate learning. The work is anchored in the teachings and model proposed in the conceptions of Zabala (1998). The Didactic Sequence was developed based on the theory of Meaningful Learning (TAS). To select the content of the Didactic Sequence, a bibliographical survey of Regional History was carried out. The research was carried out with students in the second year of high school at the Presidente Médici State School in Cuiabá, in the form of remote education. This is an exploratory, applicable study that articulated quantitative and qualitative analysis methods. Data were collected through questionnaires. Through data analysis, it was possible to verify that the students had some prior knowledge about the History of Cuiabá (anchoring subsumers) and with the application of the Didactic Sequence with the videos, they acquired new knowledge in the cognitive structure (subsumers), which evidences the occurrence of meaningful learning. Students positively evaluated the Didactic Sequence with videos as effective teaching resources and rich in information on the History of Cuiabá.

Keywords: Regional. Story. Meaningful Learning. High school.

Downloads

Publicado

2021-12-16

Edição

Seção

Artigos