Ora-Pro-Nóbis: Ampliando os Conhecimentos de sua Utilização na Alimentação a Partir da Educação Alimentar e Nutricional (EAN)

Autores

  • Shirlei Tessarini Universidade Anhanguera de São Paulo, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ensino de Ciência. SP, Brasil.
  • Jeferson Eduardo Pereira Universidade Anhanguera de São Paulo, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Farmácia. SP, Brasil.
  • Regina Mara Silva Pereira Universidade Anhanguera de São Paulo, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ensino de Ciência. SP, Brasil. Universidade Anhanguera de São Paulo, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ensino Farmácia. SP, Brasil. Universidade Anhanguera de São Paulo, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Biotecnologia e Inovação em Saúde. SP, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.17921/2447-8733.2021v22n3p317-324

Resumo

Resumo
Alcançar a saudabilidade por meio da mudança dos hábitos alimentares ocupa uma posição de destaque atualmente. Pesquisadores do Mundo todo buscam estudar alimentos alternativos para a manutenção da saúde e até para o tratamento de doenças. Entre os alimentos alternativos surge o Ora-Pro-Nóbis (Pereskia Aculeata Mill.), uma planta alimentícia classificada como hortaliça não convencional, que se destaca por possuir teor elevado de proteína, fibras, vitaminas e sais minerais, além de ser de baixo custo e de fácil cultivo. O presente estudo tem como objetivo apresentar os benefícios da utilização do Ora-Pro-Nóbis na dieta humana, e aprimorar a orientação sobre o seu uso junto aos profissionais da área de nutrição, contribuindo, assim, para a atuação do nutricionista como educador, por meio da prática da “Transposição Didática”. Para o desenvolvimento deste artigo foi realizada uma busca bibliográfica nas bases de dados: Lilacs, SciELO, Medline, Google Acadêmico e Catálogo de Teses e Dissertações da Capes. Esse material poderá ser utilizado como base para o profissional da área de nutrição fazer uma análise comparativa da composição nutricional da hortaliça com outros alimentos convencionais consumidos pela população em geral. Dessa maneira, o educador terá informações que irão contribuir com o “saber ensinar” e a possível ampliação do “saber aprendido” dos educandos, buscando, assim, uma mudança no comportamento alimentar em prol da saúde.

Palavras-chave: Alimentos Alternativos. Plantas Alimentícias. Transposição Didática.

Abstract
Achieving healthiness through changing eating habits occupies a prominent position today. Researchers from all over the world search for alternative foods for the health maintenance and even for the treatment of diseases. Among the alternative foods, Ora-Pro-Nóbis (Pereskia Aculeata Mill.), a food plant classified as non-conventional vegetable, stands out for its high content of protein, fibers, vitamins and mineral salts, besides being of low cost and easy cultivation. This study aims to present the benefits of using Ora-Pro-Nóbis in the human diet, and improve orientation of its use with professionals in the nutrition area, thus contributing to the nutritionist's performance as an educator through the practice of "Didactic Transposition". For the development of this article, a bibliographic search was carried out in Lilacs, SciELO, Medline, Google Academic and Capes Thesis and Dissertation Catalogues. This material can be used as a basis for the nutrition professional to make a comparative analysis of the vegetables’ nutritional composition with other conventional foods consumed by the general population. Thus, the educator will have information that will contribute to the "knowledge to teach" and the possible expansion of the students’ "learned knowledge", thus seeking a change in food behavior in favor of health.

Keywords: Alternative Foods. Food Plants. Didatic Transposition.

Biografia do Autor

Shirlei Tessarini, Universidade Anhanguera de São Paulo, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ensino de Ciência. SP, Brasil.

Graduada em bacharelado em  Nutrição no Centro Universitário São Camilo em 1994;Realizou a pós graduação em docência no ensino superior com conclusão em 2013; Conciliou a atuação como gestora em nutrição (hospitalar) e docente na graduação em nutrição de 2010 a 2015, e em 2016 passou a se dedicar exclusivamente a carreira acadêmica. Atualmente é aluna de mestrado no Stricto sensu  em Ensino de Ciências e Saúde.

 

Jeferson Eduardo Pereira, Universidade Anhanguera de São Paulo, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Farmácia. SP, Brasil.

Graduado em Farmácia pela Universidade do ABC;  docente e Coordenador de Curso de Farmácia na empresa ETEC de Máua; atualmente é mestrando no Programa de Mestra Profissional em farmácia da UNIAN.

 

Regina Mara Silva Pereira, Universidade Anhanguera de São Paulo, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ensino de Ciência. SP, Brasil. Universidade Anhanguera de São Paulo, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ensino Farmácia. SP, Brasil. Universidade Anhanguera de São Paulo, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Biotecnologia e Inovação em Saúde. SP, Brasil.

Graduação em Química, doutora em Ciência pelo Instituto de quimica da  UNICAMP. Área de atuaçao, Quimica, Bioinorgânica e Quimica de coordenação

Downloads

Publicado

2021-09-30

Edição

Seção

Artigos