Análise dos Conceitos Espontâneos de Estudantes do Ensino Fundamental Sobre os Insetos à Luz da Teoria Histórico Cultural

Autores

  • Daniel Pereira do Prado Dias Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ensino de Ciências. MS, Brasil. https://orcid.org/0000-0002-6046-9965
  • Karina Franco Frenham Capillé Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ensino de Ciências. MS, Brasil. https://orcid.org/0000-0001-6182-1177
  • Airton José Vinholi Júnior Instituto Federal de Mato Grosso do Sul, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação Profissional e Tecnológica. MS, Brasil. Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ensino de Ciências. MS, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.17921/2447-8733.2021v22n5p738-744

Resumo

Resumo
A pesquisa que relatamos nesse artigo buscou analisar as concepções espontâneas de estudantes de sétimo ano do Ensino Fundamental de uma escola da rede pública do município de Campo Grande/MS sobre a categoria etnozoológica insetos. Para a coleta de dados, utilizamos um questionário contendo três questões livres que abordavam aspectos estruturais sobre a biologia dos insetos. Os dados coletados foram analisados por meio da análise qualitativa e interpretados a partir de subsídios encontrados na Teoria Histórico Cultural (THC) sobre as concepções espontâneas e a formação de conceitos em idade escolar. Observou-se que os estudantes identificaram animais de outros táxons como pertencentes ao mesmo grupo dos insetos, sendo representantes de outras classes de artrópodes – como os aracnídeos e miriápodes - e da ordem das serpentes, permitindo-nos concluir que as concepções espontâneas a respeito dos insetos estão relacionadas aos sentimentos culturalmente projetados sob esses animais. Portanto, torna-se imprescindível o desenvolvimento de estratégias pedagógicas que levem em consideração os conceitos espontâneos formados devido às vivências dos sujeitos, afim de que aproximem os estudantes dos conceitos científicos, de modo a possibilitar uma evolução quanto a forma com que os estudantes idealizam esses conceitos na tentativa, ainda, de conscientizá-los sobre a relevância ecológica e econômica da entomofauna.

Palavras-chave: Concepções Espontâneas. Vigotski. Zoologia. Entomologia.

Abstract
The research we report in this article sought to analyze the spontaneous conceptions of elementary school students from a public school in the city of Campo Grande/MS about the ethnozoological category insects. For the data collection, we used a questionnaire containing three free questions that addressed structural aspects about insect's biology. The collected data were analyzed through qualitative analysis and interpreted from subsidies found in the Cultural Historical Theory (THC) on spontaneous conceptions and the formation of concepts in school age. It was observed that the students identified animals from other taxa as belonging to the same group of insects, being representatives of other classes of arthropods - such as arachnids and myriapods - and the order of snakes, allowing us to conclude that spontaneous conceptions about insects are related to the feelings culturally projected about these animals. Therefore, it is essential to develop pedagogical strategies that take into account the spontaneous concepts formed due to the subjects' experiences, in order to bring students closer to scientific concepts, in order to enable an evolution as to the way students idealize these concepts in an attempt to make them aware of the ecological and economic relevance of insects.

Keywords: Spontaneous Conceptions. Vigotski. Zoology. Entomology.

Biografia do Autor

Daniel Pereira do Prado Dias, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ensino de Ciências. MS, Brasil.

Mestrando em Ensino de Ciências. Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências. MS, Brasil.

Karina Franco Frenham Capillé, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ensino de Ciências. MS, Brasil.

Mestranda em Ensino de Ciências. Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências. MS, Brasil.

Downloads

Publicado

2021-12-16

Edição

Seção

Artigos