O Ensino de Ciências na Educação Infantil: Projeto Político Pedagógico e Discussões Fundamentadas na Base Nacional Comum Curricular

Autores

  • Priscilla Basmage Lemos Drulis Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação. MS, Brasil.
  • Crys Michelly de Oliveira Dutra Universidade Anhanguera – Uniderp, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ensino de Ciências e Matemática. MS, Brasil.
  • Antonio Sales Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação. MS, Brasil. Universidade Anhanguera – Uniderp, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ensino de Ciências e Matemática. MS, Brasil.
  • Luciana Paes de Andrade Universidade Anhanguera – Uniderp, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ensino de Ciências e Matemática. MS, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.17921/2447-8733.2021v22n5p643-649

Resumo

Resumo
O presente artigo tem como objetivo analisar três Projetos Políticos Pedagógicos, e utiliza como fundamento a Base Nacional Comum Curricular mediante conhecimentos em Ciências da Natureza na etapa de ensino da Educação Infantil, Grupos 4 e 5 (pré-escola), da Rede Municipal de Ensino de Campo Grande - MS. A discussão ocorre por meio da apreciação dos dados coletados nos documentos, elaboração de um parecer analítico de cada proposta das três escolas investigadas, a fim de verificar como ocorre o ensino em Ciências Naturais e como os conhecimentos são organizados nas propostas pedagógicas examinadas. A abordagem da pesquisa é qualitativa, de cunho documental, fundamentada nos eixos estruturantes das práticas pedagógicas, interações e brincadeiras, assegurando os direitos de aprendizagem e desenvolvimento, estruturados em cinco campos de experiências, no referido documento recém-publicado, no âmbito do qual define os objetivos de aprendizagem. Foi possível constatar que a proposta apresentada na Base possibilita a construção de conceitos, no que se refere à apropriação de conhecimentos científicos, por meio dos direitos de aprendizagem. Os resultados da análise evidenciaram que um dos documentos identificou, em sua proposta, consonância com o documento nacional promovendo, assim, maiores possibilidades de vivências no ensino de Ciências na etapa de ensino da Educação Infantil.

Palavras-chave: Análise Documental. Ciências da Natureza. Currículo.

Abstract
This article aims to analyze three Political Pedagogical Projects, and uses the Common National Core as a foundation through knowledge in Natural Sciences in the teaching stage of Childhood Education, Groups 4 and 5 (pre-school), from Municipal Education Network of Campo Grande - MS. The discussion occurs through the appreciation of the data collected in the documents, the elaboration of an analytical opinion of each proposal of the three schools investigated, in order to verify how the teaching in natural sciences takes place and how knowledge is organized in the pedagogical proposals examined. The research approach is qualitative, of documentary nature, based on the structuring axes of pedagogical practices, interactions and play, ensuring the rights of learning and development, structured in five fields of experiences, in the recently published document, within which they define learning objectives. It was possible to verify that the proposal presented in the Core allows the concepts construction, concerning the appropriation of scientific knowledge, through learning rights. The results of the analysis showed that one of the documents identified in its proposal is in line with the national document, thus promoting greater possibilities of experiences in the teaching of science in the childhood education stage.

Keywords: Document Analysis. Natural Sciences. Curriculum.

Downloads

Publicado

2021-12-16

Edição

Seção

Artigos