Percepção Musical e a Preferência em Bebês

Autores

  • Taís Helena Palhares

DOI:

https://doi.org/10.17921/2447-8733.2013v14n1p%25p

Resumo

O presente artigo trata de um experimento que investigou a preferência de dois bebês específicos por música a capella ou música com acompanhamento instrumental, e se esta preferência permaneceria a mesma se mudasse o timbre vocal (masculino ou feminino). Para isso, utilizou-se de um procedimento muito empregado em investigações que envolvem a percepção auditiva, o Head-Turn Preference Procedure (HPP), para o qual basta que o bebê não possua deficiência auditiva e já esteja virando a cabeça para os lados. Este experimento, realizado no laboratório eletro-eletrônico da UFMT, foi precedido por um experimento piloto realizado na residência da pesquisadora, sendo selecionadas as seguintes músicas: “O lume da formiga” (lenta) e “Macacada” (rápida), ambas de autoria de Thelma Chan. Constatou-se a preferência dos bebês pela versão a capella a qual foi confirmada pelo parecer das juízas independentes. Por motivos diversos, não foi possível verificar se a preferência permaneceria a mesma se o timbre vocal fosse alterado. É importante ressaltar que se tratou de uma versão alternativa do procedimento que, além de não invalidar o presente estudo, oferece subsídios para a realização de pesquisas mesmo sem um laboratório e equipamentos adequados.

Downloads

Publicado

2015-07-02

Edição

Seção

Artigos